12 de agosto de 2015 Comentários (0) Bike do Dia

A bicicleta que não pode ser roubada

Bicicletas são boas opções de meio de transporte em muitos casos, mas têm um problema: por causa da simplicidade das magrelas, elas são bastante vulneráveis a furtos e roubos. Como resolver isso? Uma das soluções é comprar a Yerka, uma bicicleta desenvolvida por chilenos que não pode ser roubada — ou melhor, até pode, mas ficará inutilizável. E ela acaba de entrar em produção.

Como isso funciona? A ideia dos estudantes de engenharia chilenos foi desenvolver o “sistema de segurança para bicicletas mais seguro possível”. Em vez de apostar em cadeados externos, eles usaram a própria bicicleta como cadeado: o quadro da Yerka se dobra para dentro, servindo como trava em um poste ou tronco de árvore. Se alguém tentar roubá-la, precisará serrar o quadro, tornando-a inútil.

A Yerka é trancada com uma chave, mas os criadores pretendem lançar modelos com conexão Bluetooth no futuro, para que você consiga desbloqueá-la pelo smartphone. Na versão atual, mesmo se alguém resolver cortar o quadro, os pedais continuarão bloqueados por esse sistema de segurança. É tanta complicação que o bandido provavelmente desistirá antes de causar algum dano à bicicleta.

O protótipo da Yerka surgiu no ano passado e, há quatro meses, o projeto da bicicleta inroubável (?) foi financiado no Indiegogo, atingindo US$ 82.333 em arrecadação. Como o processo de produção ainda está no começo (e envolve peças produzidas em Taiwan e na China), as unidades são limitadas: a expectativa é entregar 1.000 bicicletas por mês, a partir de outubro.

Os primeiros a apostarem no conceito adquiriram a Yerka por US$ 399. Segundo a CNN, a bicicleta poderá ser vendida no mercado por valores a partir de US$ 600. A Yerka será comercializada inicialmente no Chile e deverá chegar aos Estados Unidos apenas em 2016; só depois dos feedbacks iniciais dos compradores o produto será lançado em outros países.

Galeria de Imagens:

Mais informações:
Yerka Project

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *