5 de Janeiro de 2018 Comentários (0) Artigos & Dicas, Treino & Saúde

MOUNTAIN BIKE: TÉCNICAS BÁSICAS

Você não precisa de montanhas para praticar mountain bike. Qualquer pedala ao ar livre fora do asfalto vai te recompensar, será um ótimo exercício — e se montanhas e colinas estiverem presentes a apreciação de vistas panorâmicas e longas descidas.

Mountain bike requer algumas habilidades diferentes de pedalar no asfalto. Esse artigo aborda técnicas básicas para te ajudar a começar.

POSIÇÃO DO CORPO

Possivelmente a maior chave para o sucesso em mountain biking é a posição do seu corpo.

Superfícies de trilhas de mountain bike incluem rochas, raízes, buracos, areia ou lama. A variação do terreno e os possíveis obstáculos fazem parte da diversão, mas podem ser estressantes para os iniciantes. Deixando seu corpo na posição correta pode te ajudar a passar por partes complicadas na trilha.

As duas principais posições corporais são: neutra e de ataque.

POSIÇÃO NEUTRA

Quando você está pedalando em partes não-técnicas da trilha é melhor que você permaneça na posição neutra. Essa posição te permite andar através da trilha de forma eficiente e confortável enquanto te permite transitar facilmente para posição de ataque em terrenos técnicos. A posição neutra inclui:

  • Força nos pedais uniformemente ponderada
  • Joelhos e cotovelos levemente curvados
  • Dedos indicadores nas alavancas do freio 100% do tempo (os freios de aro geralmente exigem 2 dedos)
  • Visão sempre à frente cerca de 5 até 10 metros; olhe para onde você quer ir

POSIÇÃO DE ATAQUE

Quando a trilha começa a ficar íngreme ou rochosa, é hora de trocar para a posição de ataque (algumas vezes chamada de posição pronta). A posição de ataque deixa você mentalmente e fisicamente preparado para enfrentar partes técnicas da trilha. A posição de ataque inclui:

  • Força nos pedais uniformemente ponderada.
  • Joelhos e cotovelos curvados (pense na forma de asas de frango com seu braço com uma curvatura de 90 graus)
  • Extremidade traseira do seu assento com quadris descolados para trás
  • Suas costas estão retas e levemente paralelas com o chão
  • Dedos indicadores nas alavancas do freio 100% do tempo (os freios de aro geralmente exigem 2 dedos)
  • Visão sempre à frente cerca de 5 até 10 metros; olhe para onde você quer ir

AJUSTANDO A POSIÇÃO DO SEU ASSENTO

Posicionando seu assento corretamente pode te ajudar na posição do seu corpo para subidas e descidas.

Subidas: Para subidas, posicione seu assento para eficiência máxima enquanto pedala. Com seu pé no final do seu pedal, você deve sentir uma leve curvatura na sua perna, chegando até 80-90% da extensão completa da sua perna. Isso vai te ajudar a pedalar com maior eficiência e força usando os principais músculos de sua perna.

Descidas: Quando for hora da descida, abaixe seu assento em torno de 5-7 cm da altura que você colocou para subidas. Abaixando seu assento reduz o seu centro de gravidade, que permite um melhor controle e mais confiança através de descidas íngremes. Você pode precisar experimentar diferentes alturas no seu assento para achar o que melhor lhe convém.

ESCOLHENDO UM CAMINHO

Um erro comum entre os iniciantes e olhar para todos os locais que você quer evitar ao invés de olhar para onde você quer ir. Escolha um caminho e se mantenha nele para superar partes diferentes da trilha.

Que obstáculos você deve procurar? Depende do seu nível de habilidade. Um obstáculo que é difícil para um ciclista pode ser uma mão na roda para outro. Geralmente, olhe para pedras soltas, areia profunda, água, buracos molhares, outros ciclistas, alpinistas e animais.

Para encontrar seu caminho:

Verifique a frente perigos olhando aproximadamente 8m à frente, então mova sua visão em direção ao seu pneu. Executando essa ação de olha à frente e de volta permite aos seus olhos pegar informações. Sabendo dos perigos a frente irá te ajudar a ajustar seu balanço e escolher um caminho ao redor deles.

FREANDO


Frear parece simples: Você aperta as alavancas e a bicicleta reduz. Essa é a essência, mas aprendendo mais sobre como o freio funciona em um logo caminho te deixa mais confortável e seguro em uma bike.

COMO FREAR

O uso do freio deve ser consistente e controlado. Grande parte do poder de frenagem vem do seu freio dianteiro, uma frenagem brusca irá de jogar para frente. Aperte a alavanca levemente e uniformemente aplique os freios frontais e traseiros, evitando aplica-los subitamente para evitar derrapagens.

Enquanto utiliza o freio, prepare-se movendo seus quadris para trás, soltando seus calcanhares para trás e mantendo uma leve curvatura em seus joelhos e cotovelos. Essa posição do corpo melhora seu controle e te ajudar a não ficar muito longe da bicicleta.

Se sua mountain bike tem discos de freios, mantenha do dedo indicador de cada mão nas alavancas de freio e seus outros três dedos no guidão. Isso vai te dar poder de frenagem suficiente e controle enquanto pedala. Se você tem freios de aro, tente manter dois dedos na alavanca de freio desde que eles geralmente exigem mais força para aplicar o freio.

QUANDO FREAR

Quando se aproximar de uma cursa, freie ates que você chegue a curva, então deixe seu impulso de levar. Isso vai te permite a focar mais na sua técnica através da curva e a saída da curva com velocidade.

Iniciantes geralmente reduzem bastantes quando estão próximos a obstáculos. Impulso controlado pode te ajudar a passar de certas partes difíceis da trilha.

TROCANDO DE MARCHA

Desde que mountain biking envolva pelo menos algumas subidas e descidas, é bom saber como mudar de marcha corretamente. Hábitos corretos que troca de marcha não salvam apenas desgastes desnecessários, mas também a estrutura da sua bicicleta.

Trocar frequentemente:

Iniciantes precisam praticar frequentemente a troca de marchas. Isso aprimora e cria memórias musculares, você pode instintivamente trocar de marcha sem ter que pensar se você está trocando para uma marcha mais fácil ou difícil.

Trocar antecipadamente:

Não espere para trocar até você ter começado a subir. Sempre troque para a marcha necessária antes que você cheque ao terreno íngreme. Isso vai te permitir um ritmo constante de pedala para uma melhor performance. Também irá prevenir trocas estranhas durante um ‘overload’ e pode causar estalos nas suas engrenagens,

Se você tem problemas para encontrar a marcha correta para o tipo de terreno que você está pedalando, uma marcha mais leve é mais fácil que usar marchas pesadas.

Uma outra regra importante e evitar ‘encadeamento-cruzado’. Isso ocorre quando a corrente esta cruzada de uma maneira inadequada através das coroas.

Observe o exemplo abaixo:

Para finalizar, sempre lembre de permanecer pedalando enquanto você troca de marchas. Você pode quebrar ou danificar suas marchas ou quebrar a coroa se trocar enquanto não estiver pedalando.

CAINDO

Ninguém gosta de cair de uma bicicleta, mas se você é um mountain biker isso provavelmente irá acontecer em certo ponto.

Quando você cai da bike, tente deixar seus braços dentro. Seu instinto pode ser tentar suportar sua queda, mas isso pode resultar em um pulso quebrado ou clavícula.

Durante a queda a maioria dos dados de limita ao orgulho pessoal. Levante-se, tire a poeira e cheque-se para ter certeza que você não está ferido. Então cheque sua bicicleta. O assento ou guidão podem estar virados e a correio pode precisar voltar ao lugar.

Cheque seus freios e engrenagens, então, suba de novo. Alguns ajustes podem ser necessários então, com cuidado carregue um pequeno kit de primeiros socorros para de ajudar com qualquer arranhão.

CARREGANDO A BICICLETA

Como você pode ter que carregar sua bicicleta durante algumas partes da trilha você pode encontrar alguns problemas. Se você entrar em um buraco na trilha não tente “lutar com a bicicleta” apenas de o seu melhor para tentar sair. Impossível? Não há vergonha em parar e sair andando. Andar é uma parte aceitável do mountain biking. Muitas trilhas exigem obrigatoriamente que você carregue sua bicicleta em algumas partes da trilha.

PLACAS NAS TRILHAS

Mountain biking geralmente é feio em trilhas ou rodovias compartilhadas com outros usuários como alpinistas e cavalos. Sempre seja atencioso, responsável e tenha o controle de sua bicicleta. Aqui está algumas regras:

  • Sempre fique no caminho para ciclistas.
  • Reduza quando encontrar alpinistas ou cavalos e dê a eles um bom espaço.
  • Deixe os outros usuários saberem quando você vai usar a trilha e seja amigável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *