31 de julho de 2016 Comentários (0) Artigos & Dicas

Perdendo o medo de descida no Mountain Bike

21 OCT 2011:  Mountain biking the trails of Deer Creek in Littleton,CO.

21 OCT 2011: Mountain biking the trails of Deer Creek in Littleton,CO.

Há bastante mountain biker com um certo medo de descida. Mas já diz a velha máxima, tudo que sobe, tem que descer, não é? E não poderia ser diferente no Mountain Bike. A descida é uma das partes mais importantes e divertidas de todo pedal, onde nosso esforço morro acima é recompensado e nossas Go Pro entram em ação.

Porém há uma grande quantidade de mountain bikers que simplesmente não conseguem se divertir com essa parte do pedal. Só o pensamento de ter que descer um morro depois de subí-lo já os fazem querer mudar de rota. Outros não necessariamente morrem de medo de descida, mas é lá que perdem de vista o pessoal e deixam os freios em brasa.

Preparei algumas dicas para que você perca o medo de descida e desça com mais velocidade, confiança e segurança. Vamos lá.

Eleve seu guidão

Talvez você seja casca grossa no retão plano ou em subidas íngrimes e queira rebaixar seu guidão para melhorar seu desempenho. Porém quanto isso agrega à sua performance? E cá entre nós, quantos daqui são competidores profissionais que correm em circuitos técnicos onde cada segundo faz a diferença?

Talvez você ganhe muito mais ao elevar seu guidão uns dois calços que ao rebaixá-lo. Dessa forma você manterá uma maior distância da roda da frente e não entrará “de cara” nas descidas, o que te dará muito mais controle e consequentemente segurança, diminuindo o medo de descida. Faça esse teste!

Mesa mais curta e um guidão mais largo

Vejo por aí muita gente pegando mesas (avanços, ou como quiser chamar) de 110mm, 120mm e muitas vezes 130mm! O mountain bike é muito menos afetado pelo efeito do vento que o ciclismo de estrada, portanto tente colocar uma mesa mais curta, de 100mm pra menos, e compensar esse comprimento com um guidão mais largo.

Um guidão um pouco mais largo deixará você com mais controle nas curvas por diminuir a sensibilidade dos movimentos que você faz.

Lembre-se: o comprimento ideal da mesa e do guidão só podem ser identificados com precisão através de um bike fit profissional, portanto talvez uma mesa 120mm faça sentido para você. Porém via de regra, diminuindo um pouco a mesa pode-se acrescentar um pouco no guidão.

Hey, Psiu! Está curtindo o artigo? Então curta nossa página no Facebook Também!

Troque seu pneu da frente

Seus pneus traseiro e dianteiro não precisam ser exatamente do mesmo modelo. Sim, verdade, eles devem ter a mesma largura, como vimos anteriormente no artigo de como escolher pneus em 3 passos, mas você pode usar pneus com cravos mais largos e espaçados na frente e pneus mais “rápidos” atrás.

Quando sua bicicleta entrar de cara na descida, você terá muito mais aderência nas curvas e escorregará muito menos na lama e no cascalho. Por outro lado, trocando só o pneu da frente, você não perde tanta velocidade nos planos e nas subidas. Leia nosso artigo sobre pneus. Lá indicamos alguns pneus intermediários que seriam ideais para esse tipo de modificação. Certamente te ajudará a diminuir o medo de descida.

Siga seu amigo mais rápido

Todos temos um amigo kamikaze e que deixa o freio em casa. Talvez ele realmente seja um louco varrido e inconsequente. Porém pode ser que ele realmente desça bem!

Descer bem tem tudo a ver com saber escolher o traçado correto na descida. Quem nunca entrou num traçado, olhou 30m adiante, viu uma cratera na frente e outra ao lado e pensou “F&@#$”?

Seguir seu colega bom de descida o máximo que você puder vai te mostrar que descidas seguras e confiantes tem muito mais a ver com habilidade que com lentidão. Da próxima vez que sair para o pedal, fique na cola dele o quanto conseguir!

Abaixe seu selim

Esse segue o mesmo princípio do primeiro ponto. Com um selim (um pouco) mais baixo você entrará nas descidas com a cabeça erguida e com muito mais controle.

Evidentemente não estamos falando para você abaixar seu selim 5cm e ir para todo o pedal dessa forma. Na realidade, descer seu banco em apenas 1cm pode ter um efeito inimaginável na forma como você desce. E consequentemente, no seu medo de descida. E se você usa abraçadeira de canote com blocagem, pode fazer isso a qualquer momento da trilha antes de uma descida mais íngrime.

Na realidade, a alternativa ideal aqui seria comprar um canote hidráulico como o Rock Shox Reverb. Essa peça que tem ganhado muita popularidade pode ser acionada no guidão, fazendo com que o canote se rebaixe e se eleve com um click. Porém isso te custará algumas centenas de reais, então se preferir algo prático que pode fazer agora mesmo, siga a dica acima.

Ataque os pontos fracos

Esse post tem tudo a ver com atacar seus pontos fracos! Mesmo que isso afete seus pontos fortes. No mountain bike é sempre assim: Perde-se um pouco aqui e ganha-se um pouco lá. E no medo de descida não é diferente.

Certamente você fará mais força na reta com um pneu com mais cravos, sofrerá mais nas subidas íngrimes com um guidão mais alto e se incomodará com um banco um pouco mais baixo, porém aqui estamos falando de segurança.

E além do mais, no Mountain Bike nem tudo é performance, treinos e força. Temos que ter prazer em todos os aspectos desse incrível esporte e a descida é certamente um dos principais.

Por: www.aventrilha.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *