8 de Janeiro de 2018 Comentários (0) Artigos & Dicas, Destaque, Faça Você Mesmo, Treino & Saúde

COMO PREVENIR QUEIMADURAS SOLARES ENQUANTO VOCÊ PEDALA

Proteja-se da radiação ultravioleta sem prejudicar seu passeio.

Um identificador de todo ciclista é a pele bronzeada, porém longos dias de pedalada podem ter um impacto muito além da estética. Estudos do instituto britânico de pesquisa sobre o câncer mostram que a quantidade de homens e mulheres diagnosticados com câncer de pele vem crescendo nas ultimas três décadas, o que indica que estamos falhando ao cuidar de nossa pele e protegê-la dos danos causados pelo sol.

O Conselho Brasileiro de Dermatologia afirma que ciclistas são um grupo de risco quanto às enfermidades decorrentes da exposição ao sol. Ciclistas enfrentam o dano cumulativo, resultado da exposição crônica, causando uma alta prevalência de melanoma e envelhecimento prematuro.

Pesquisas científicas apoiam essa afirmação. Um estudo realizado em 2000 com seis ciclistas mostrou que, durante um evento de ciclismo em oito etapas, o nível de exposição à radiação ultravioleta(UV) de cada um foi trinta vezes maior que os limites recomendados.

Há dois tipos de radiação ultravioleta ligadas ao câncer de pele: UVA, que resulta em envelhecimento precoce, e UVB, que é a maior causadora da queimadura solar. O fator de proteção solar (FPS) dos protetores solares faz referência ao grau de proteção que o produto oferece contra a radiação UVB. Você também deve checar se o valor de proteção contra a radiação UVA é adequado. Esse valor normalmente é um terço do valor FPS do produto.

Então, como prevenir as queimaduras solar?

 

APLIQUE PROTETOR SOLAR. E ENTÃO APLIQUE NOVAMENTE.

 

O Conselho Brasileiro de Dermatologia recomenda que seja aplicado o protetor solar antes de qualquer atividade onde se está exposto ao sol e, também, que a aplicação seja repetida a cada duas horas, dado que até 80% da proteção é removida por meio do suor.

Times profissionais de ciclismo gastam mais protetor solar que qualquer outro produto. Basta uma aplicação perdida para que o risco de ter complicações ao longo da vida aumente. O segredo para não vacilar é a rotina, todos os atletas de alto nível fazem do protetor solar uma parte fundamental de sua rotina de treinos.

Use um  protetor de maior FPS do que você normalmente usaria, visto que testes laboratoriais são feitos com base em uma aplicação de 2mg/cm² de pele, uma quantidade muito maior do que a maioria das pessoas costuma usar. Os valores recomendados são 30 e 50, havendo variações com base em etnia e tom de pele.

Durante a aplicação, não se esqueça de áreas como o pescoço, orelhas, joelhos e áreas de alopécia, que são vulneráveis através da ventilação do capacete. Você também pode queimar por baixo da roupa, então convém aplicar protetor solar a todo o corpo e usar roupas providas de proteção UV.

E para tons de pele mais escuros, a proteção é necessária? A pele humana é categorizada em seis tipos, do tipo 1, pele clara que não escurece e queima fácil, ao tipo 6, pele escura que raramente queima.

A diferença entre os diferentes tipos de pele é fundamentada no processamento da melanina, a molécula de pigmentação da pele responsável pela absorção de parte da radiação solar. Na pele mais escura, o processamento da melanina, causador do bronzeamento, é iniciado com uma taxa menor de dano solar, fazendo com que o organismo seja menos suscetível à queimaduras e câncer. A dosagem certa para cada tipo de pele é difícil de quantificar, portante a recomendação permanece de 30 FPS para cima. É melhor prevenir que remediar.

 

E quanto protetor solar devo aplicar? A Organização Mundial da Saúde recomenda que seja aplicado 35ml à superfície total do corpo, que é mais ou menos a quantidade necessário para cobrir a palma das duas mãos.

O protetor solar também tem uma validade de aproximadamente doze meses, depois da qual começa a perder sua proteção.

 

SEJA VIGILANTE.

 

Quanto mais cedo for diagnosticado o melanoma, maiores são as chances de sobrevivência. É necessário constantemente checar o corpo para o aparecimento, crescimento ou mudança de textura e coloração de sinais cutâneos. O melanoma é caracterizado por  assimetria, bordas não definidas, mudanças de cor e tamanho. Caso tenha dúvida, procure o médico.

Também é recomendado procurar assistência médica caso haja o aparecimento de superfícies ásperas em pele clara que é exposta ao sol, como nariz, topo das orelhas e cabeça, caso a textura do local não volte ao normal em até três meses, pois podem indicar o preâmbulo de um câncer.

 

DICAS PARA EVITAR A QUEIMADURA SOLAR:

O ciclista recordista James Bowthorpe recomenda:

-Usar um capacete que proteja o nariz, orelhas e lábios.

-Aplicação diária de protetor solar ao rosto.

-Utilizar óculos com proteção UV, mesmo quando não for pedalar.

-Cobrir a superfície anterior das pernas e a superfície dorsal das mãos generosamente com protetor solar.

-Usar roupas de manga comprida que tenham proteção UV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *